Dolium com novo conceito de venda

Parece que foi ontem que o vi chegar de garrafa de Dolium tinto na mão para me mostrar aquele que foi o primeiro vinho da sua empresa. O entusiasmo era grande e com o tempo não esmoreceu. Por isso, o enólogo Paulo Laureano veio a Lisboa mostrar as novas colheitas do Dolium e falar de algumas novidades da marca no restaurante Eleven, em Lisboa. Paulo quer que o Dolium volte a ser o ícone da empresa e por isso vai passar a vendê-lo todo de uma só vez, uma espécie de vinho em 'primeur' mas com o vinho já pronto. Os distribuidores do mercado nacional vão sair privilegiados, e serão questionados sobre quantas garrafas vão querer sempre que estiverem prontas novas colheitas. Caso não o comprem na altura, mais tarde não o poderão fazer mais, já que Paulo tentará vender o vinho, desta vez aos distribuidores internacionais. Só mesmo se o vinho não for vendido na totalidade, é que Paulo fará a sua venda num clube exclusivo de vinho. Para mostrar o potencial de envelhecimento do vinho, o enólogo trouxe até ao Eleven as colheitas mais recentes Dolium branco 2016 e Dolium tinto 2014, mas também o Dolium branco 2006 e o Dolium tinto 2001. Harmonizados com um menu do chefe Joachim Koerper , os vinhos surpreenderam, especialmente as colheitas mais antigas que revelaram os seus aromas terciários (de envelhecimento), e sabores especiais, ainda com muito para dar. No final, ainda foi dado a provar o vinho Paulo Laureano Tinta Grossa, que para mim é, actualmente, um dos mais originais vinhos do Alentejo, complexo e poderoso, elaborado com uma casta que o Paulo tem vindo a recuperar. Só coisas boas, portanto! ;)

 

Out, 20, 2017

0

SHARE THIS