Gama Art. Terra da Herdade de São Miguel

A Casa Agrícola Alexandre Relvas é também um projecto que sigo desde o final da década de 90, altura em que foi adquirida a Herdade de São Miguel. No entanto, a minha recente visita foi à Herdade da Pimenta, em Évora, que também lhes pertence (revestida a cortiça para garantir o isolamento térmico) e que foi construída em 2009 a pensar na produção em larga escala. Mas, nos últimos tempos, e com as novas tendências a surgir, a adega começou a produzir uma gama que pretende mostrar a máxima expressão do terroir e dos mais antigos métodos de vinificação. Assim, o destaque da prova foi para o Art.Terra Anphora 2016, elaborado com Arinto, a mostrar um perfil diferente da casta, mais vegetal, que foi fermentado em talha com leveduras indígenas e maceração películar de dois meses; e o Art.Terra Curtimenta, que também se destacou, com as as suas castas Antão Vaz, Arinto e Viognier, desengaçadas parcialmente e fermentadas com bagos inteiros, com maceração de 8 dias. Aviso já que estes vinhos são Sui Generis, não são para todos (e ainda há mais vinhos nesta gama) mas realmente estão interessantes e bem feitos. Como o enólogo Nuno Franco não estava, a prova foi conduzida, e muito bem, pela Joana Queiroz, responsável de enoturismo deste produtor desde Maio de 2016, que ainda nos deu a provar alguns vinhos de barrica e nos guiou numa visita pela adega. Great Time. Obrigada Joana ;)

 

Jul, 06, 2017

0

SHARE THIS