A garrafeira de Ali-Babá

OPINIÃO
 

Ontem, não vos disse: Não conheço muitos restaurantes que tenham uma carta de vinhos tão completa como a do Porto de Santa Maria. Tem mais de 42 páginas (sim, ouviram bem, parece um livro) e mais de 1000 referências, entre vinhos que já se encontravam em stock e outros que entretanto se adquiriram para acompanhar as tendências do mercado. E, se há regiões e estilos de vinho que são sempre mais pedidas (Alentejo, Douro e Vinhos Verdes), há outras que António vai sugerindo ao cliente para fugir do óbvio, como o Dão ou a Bairrada, entre outras. 

Depois, há a cave do restaurante. Descer até lá é como entrar na gruta de Ali-Babá e descobrir vários tesouros. São salas e corredores forrados a garrafas e mais garrafas de vinhos nacionais, mas também internacionais. António explica ainda que há clientes que têm um espaço reservado na cave para terem as suas garrafeiras privadas, um serviço que o restaurante também presta, já que o local tem todas as condições para os acondicionar. Há ali verdadeiros tesouros e o António é o seu guardião. Eu bem tentei suborná-lo para me deixar levar debaixo do braço alguns vinhos estrangeiros que ainda não provei, mas não consegui. O vinho está bem guardado, portanto! :)

  
 
 
 
 

Fev, 28, 2017

0

SHARE THIS