Lançamento frasqueiras Madeira Wine Company

Um dos momentos altos do Festival Island Wine Spirit 2018 foi ontem o lançamento dos Frasqueiras da Madeira Wine Company, detentora de algumas das melhores marcas de vinho generosos da ilha. Os vinhos foram apresentados por Chris Blandy (CEO da Madeira Wine Company) e pelo enólogo Francisco Albuquerque (há 27 anos a trabalhar nesta companhia) que explicaram também os investimentos dos últimos anos realizados na empresa (um novo armazém de envelhecimento, plantação de novas vinhas e investigação em parceria com universidades nacionais e estrangeiras). Quanto aos novos Frasqueiras, são eles o Miles Tinta Negra 1997, o Cossart Gordon Sercial 1985, o Cossart Gordon Bual 1989 e o Blandy’s Malmsey (Malvasia) 1977.

O que é interessante nestes vinhos é que cada um surpreendeu com as suas características distintas. O Tinta Negra é uma das apostas de Francisco Albuquerque, que sempre acreditou na casta apesar da mesma ser geralmente utilizada pelas empresas de vinho Madeira para vinhos de base. Hoje o cenário é outro e esta colheita de 1997 mostrou bem que a casta também dá origem a vinhos de excelente qualidade. Um vinho com aroma a fruto seco e especiarias, e uma boca estruturada, com incrível balanço entre doçura e acidez. O Sercial também revelou uma personalidade distinta, já que fugiu um pouco do perfil dos Serciais comuns, revelando-se muito intenso e concentrado, muito seco, com aroma e sabor de madeiras exóticas e especiarias. Seguiu-se ainda o Bual, para mim o rei da prova, com aqueles aromas terciários carregados e tão típicos dos vinhos velhos da Madeira. Fruto seco, verniz, algum balsâmico. Notas quentes do álcool mas balanceado por uma excelente acidez. Por último o Malvasia, também muito equilibrado, o vinho de maior doçura, mas sem enjoar devido, uma vez mais, à excelente acidez das uvas.

Se este foi um dos pontos mais altos do dia, também de tarde houve outro momento muito didáctico, já que estivemos na Quinta do Bispo, a maior das quintas geridas pela empresa, em São Jorge, a provar diversos vinhos Malvasia, desde o que ainda está a nascer (Malvasia 2018), aos que já foram lançados, os de 5 e 10 anos, e o da colheita de 1999.

 

Set, 07, 2018

0

SHARE THIS