João Portugal Ramos apresenta novas colheitas e fase da empresa

Estive na Adega Vila Santa, em Estremoz, com o enólogo João Portugal Ramos, que apresentou alguns vinhos (novas colheitas das marcas de sempre) e, principalmente, deu a conhecer a nova fase da empresa. Sempre com o envolvimento da família, e agora mais do que nunca, com um dos seus filhos também enólogo a ajudar na produção dos vinhos, e a filha na área da comunicação e marketing. João Portugal Ramos tem a sorte e o privilégio de ter uma família que sempre o apoiou, assim como pode vangloriar-se de ter nas suas equipas enológicas pessoas de grande valor e talento, que lhe garantem o bom funcionamento do negócio. Falo, por exemplo, de mulheres como as enólogas Donzília Copeto (da Adega Vila Santa) ou Antonina Barbosa (responsável pelos vinhos na região Tejo e nos Vinhos Verdes) que no backstage revelam o seu talento poucas vezes conhecido pela maioria dos consumidores. É caso para relembrar o velho ditado «por trás de um homem, há sempre uma grande mulher» (neste caso, duas)! 
 
Oriundo de uma família com tradições vitivinícolas, João Portugal Ramos iniciou a sua carreira como em 1980, no Alentejo, como consultor de vários produtores. Dez anos mais tarde, já no seu próprio projecto, plantou os primeiros hectares de vinha, construindo de seguida uma adega para produzir os seus vinhos. A evolução e o sucesso do negócio permitiu ao longo dos anos a aquisição de mais vinhas, a ampliação da adega e o avanço para novos projectos. Hoje a produzir vinhos em diversas regiões nacionais, João Portugal Ramos tem no Alentejo a sua ‘jóia da coroa’, agora numa fase que certamente continuará a prosperar na produção de vinhos.
 

Set, 28, 2018

0

SHARE THIS