Setembro a Vida Inteira

Setembro a vida inteira… Estou desde a semana passada a pensar o que escrever sobre o filme da jornalista Ana Sofia Fonseca que, na verdade, é um documentário dedicado ao vinho, uma sucessão de histórias / momentos onde se foca não só o vinho mas também as pessoas e a natureza humana. Quem conhece o trabalho da Ana Sofia sabe que este documentário não poderia ter sido feito de outra forma. Ela entra na intimidade das pessoas e consegue através dos intervenientes das várias histórias que se cruzam, revelar vidas dedicadas às vinhas e ao vinho. Dá a conhecer diferentes produtores e conceitos, mas sempre num registo real que nos permite rever Portugal no tempo que dura o documentário. E não deixa de captar registos deliciosos, que nos fazem soltar belas gargalhadas, para no momento a seguir nos fazer engolir em seco quando se relembra, por exemplo, a guerra colonial. 

Neste documentário são também bem visíveis as diferenças sociais entre classes, assim como as relações entre elas, sempre ao redor do vinho. Na verdade, é um filme adorável, mas ao mesmo tempo duro. A Ana Sofia escolheu o mundo do vinho para mostrar tudo isto, mas bem podia ter sido outra área qualquer. É por isso um documentário para todos, e não só para o sector. A única vantagem que temos em relação a quem não conhece as personagens, é que quem pertence à área sente-se mais próximo, ou a fazer parte da história. 

Por último, a fotografia do filme, com uma luz que nos transporta para ambientes aconchegantes e um Portugal ainda mais bonito. 

 

Mar, 19, 2018

0

SHARE THIS